2020

Um novo ano traz com ele esperança de que algo mude. Há planos e objectivos que se estabelecem e que nem sempre se cumprem porque não passam disso mesmo: planos e objectivos. Estes só se concretizam com trabalho, dedicação e persistência.

Tal como muitas outras pessoas costumo estabelecer as minhas metas para o novo ano, mas cometia sempre um erro: não parava tempo suficiente para analisar o que de bom tinha acontecido no(s) ano(s) anteriores e o que poderia ter corrido melhor e sobretudo o que EU poderia ter feito para que tivesse corrido melhor.

Pôr-me em primeiro lugar será uma das prioridades do próximo ano. Não de uma forma egoísta, claro está. Mas se eu não me valorizar, quem o fará? Não posso deixar que a opinião dos outros influencie a forma como guio a minha vida.

Em Junho do ano passado resolvi mudar o blog: alterei a plataforma, comprei um domínio e decidi que ia fazer posts mais assiduamente. Decidi, mas não fiz. Não dei tudo o que tinha para dar. Estabeleci prioridades, mas o blog acabou por não ser uma delas. Ao contrário do que tinha planeado. Escrever mais assiduamente continuará a ser um objectivo no próximo ano e estou a tentar criar mecanismos que me permitam fazê-lo. Creio que poderá ser desta. Ou talvez não. Quero permitir-me tentar, falhar, melhorar.

Uma outra análise que fiz foi que nos últimos anos me fui tornando uma acumuladora de livros por ler. Compro sempre com uma desculpa: ou porque está barato, ou porque alguém recomendou, ou porque estou mesmo a precisar de ler… São intermináveis os motivos que arranjo. Mas… de que me servem os livros por ler? De nada. Ou ainda pior…para me criarem ansiedade por estarem na prateleira e não lhes ter dado o devido uso. Neste sentido, decidi que no próximo ano não comprarei livros a menos que sejam para oferecer. Se cair em tentação terei de pagar a duas amigas 1€ por cada livro comprado. Pode parecer um valor irrisório, mas acho que será suficiente para me incentivar a não comprar. Já tive quem me dissesse que não conseguiria. Vou provar que estão errados, não por eles, por mim 🙂

Para além disto, comecei uma loja on-line à qual acabei por não dar saída. E esta será também uma das minhas prioridades no próximo ano. Os desejos têm mesmo de sair do papel!

Fora estes tenho, como devem calcular, outros objectivos pessoais que prefiro manter só para mim. Fica aqui a promessa de vos vir cá dizer como correu esta minha procura por melhorar este cantinho no final deste 2020 que espero venha a ser para vocês e para mim: o ano da reconciliação, da procura pelo que nos faz felizes , da realização de sonhos sejam eles pequenos ou megalómanos.

Beijinhos,
Carina
Já cá estou e, por agora, fico

Segue o blog
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.