Viver com Alma | José Ricardo Vidal

No dia em que recebi o livro (enviado a meu pedido pela Coolbooks) dei uma espreitadela à primeira página. Quando me apercebi ia na página 50 e tinha o jantar por fazer. Há prioridades na vida, e esta obra faz-nos pensar sobre elas. Já há muito tempo que não acontecia um livro roubar-me assim a atenção.

Viver com Alma é a história de Ricardo que tinha 19 anos quando, em 2009, sofreu um acidente de carro que lhe deixou sequelas graves: queimaduras em mais de metade do corpo, a face desfigurada e membros amputados.

No início do livro é-nos apresentado um excerto escrito pela mãe do Ricardo, que foi como que um murro no estômago. É inimaginável a dor e incerteza a que a família e amigos estiveram sujeitos, o sentimento de impotência perante a dor (física e emocional).

Apesar de ter lido o livro muito rapidamente, demorei bastante mais a entender o que li. Se é que já entendi. Demasiado para processar. Como ainda não tinha feito a review, deixei o livro em cima da secretária e sempre que olhava para a capa surgia uma nova pergunta.

Não querendo revelar muito do livro, porque a experiência de leitura será diferente para cada um de nós, posso dizer que não me parece haver rancor ou angústia nas palavras do Ricardo e acreditem que há situações relatadas que me fizeram pensar como é possível?

Hoje, decido partilhar contigo não para que sofras, mas para que entendas quem em toda a dor, seja qual ela for, há sempre um sorriso à espera de renascer, mesmo que ainda não o vejas!

José Ricardo Vidal

Este livro tem uma releitura obrigatória e é óbvio que recomendo a toda a gente. É uma história de vida incrível, que nos mostra a interminável força de viver. Se fosse comigo, seria eu capaz de ultrapassar?

Deixo-vos uma entrevista que fizeram ao Ricardo e que explica muitos aspectos e vos dará umas luzes do que poderão encontrar nesta comovente e motivadora leitura.

Beijinhos
Carina
Já cá estou e, por agora, fico

Segue o blog
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.